Mesas

Mesa 1
Carla
Mesa 3
Marcus
Mesa 8
Cris
Mesa 10
Victor Hugo
Mesa 11
Amanda
Mesa 12
Juliana
Mesa 14
Karina

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Para o que o que? Edição inaugural. Joga! Ganha!


Aqui pela Mesa 2, eu tinha em mente tentar um jogo de pub novo para todos vocês vezenquandistas, algo que tenho em mente repetir regularmente. Dar-se-ão prêmios! ;) ;) Então, venha você a jogar também.
Aqui é o jogo:
Agora que já passou o fim de semana, passou a segunda-feira, e entramos já na rotina cotidiana, Deixam-nos saber um pouco das coisas que tu observas do teu mundo “diariamente”, como canta a Marisa:



Procedimento:

1.     Reflete sobre as coisas ao teu redor da tua vida cotidiana, sabe: aquelas coisas que, quando a gente faz uma pausa e pensa, consegue-se considerar a curiosidade, a simplicidade, e o irônico das coisas: as coisas que realmente criam a vida diariamente e que a gente sentiria a falta delas só se de repente vierem a sumir.

2.    Escreve umas líneas para dar contas destas coisas, para pintar para a gente uma imagem desse teu redor.

a.     Segue o padrão da Marisa, descrevendo” Para o que o que?” O seja: Para (realizar-se/acontecer/haver) o que (precisa-se/acontece) o que?

b.     Já que a Marisa organiza sua canção em versos de quatro linhas, então mais linhas você escreve (até quatro, não exageremos, né?), mais consideração você recebe. Mais de quatro e tu serás eliminado da competência (mais ainda assim, apreciado por alguém ;)

c.   Aapreciar-se-ão linhas bem sucintas, menos palavras possivel melhor (para comunicar a ideia).

3.     Uma entrada/inscrição por pessoa. Que sejam uma, duas, três, ou quatro linhas, que a entrada seja tudo escrita num comentário só.

Eu (nós?) avaliarei sua criatividade, e eu (nos?) outorgarei os prêmios segundo algumas categorias (de acordo com o que eu (nos?) sinto e que tipo de entradas tivermos. ;) Por exemplo: o mais doce, o mais melancólico, o mais poético, o mais irônico, o que mais pinta a imagem, etc.

‘Tá? Não vejo a hora de ver suas respostas e sua criatividade para celebrar e refletir a vida diariamente.

8 comentários:

  1. Dizem que o verbo SER é Intransitivo
    Eu paro, penso e discordo.
    O Ser está sempre à procura de um complemento.
    Portanto é Transitivo.

    ResponderExcluir
  2. Para a falta de vento: inventa
    Para a criatividade: ideia
    Para falta de chuva: tormenta
    Para o sanitário: diarreia

    ResponderExcluir
  3. Acho que estou com algum problema cognitivo, pois só eu não entendi a brincadeira!?

    ResponderExcluir
  4. Tati, a letra da música da Marisa Monte, que o Deryl postou, é toda assim:

    Para uma voz rouca: hortelã
    Para 'tal coisa': 'tal coisa'

    Entende?

    O Deryl propõe que a gente faça a nossa letra desse jeito...

    Para xxxxxxxx: xxxxxxxxxxxxxxxxx

    ResponderExcluir
  5. [ só pra constar: eu estou na categoria mais poético... me tirem do melancólico... hehehhe ]

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Tati: Para entender a brincadeira, amigos de vez em quando...

    ResponderExcluir
  8. Muito bom até agora. Adorei.


    E para gente que não é entre ´nós´, dobro os pontos!

    Vamos galera!

    ResponderExcluir