Mesas

Mesa 1
Carla
Mesa 3
Marcus
Mesa 8
Cris
Mesa 10
Victor Hugo
Mesa 11
Amanda
Mesa 12
Juliana
Mesa 14
Karina

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

.te desejo!

Eu acredito no amor... Sim: "tenho uma visão romântica... das coisas" ... Acredito no Brasil ;-) ... Acredito em novos tempos e que um dia vai dar certo! Ah... vai ;-) .

E é por issso que:


"Te desejo uma fé enorme.
Em qualquer coisa, não importa o quê.
Desejo esperanças novinhas em folha, todos os dias.
Tomara que a gente não desista de ser quem é por nada nem ninguém deste mundo.
Que a gente reconheça o poder do outro sem esquecer do nosso.
Que as mentiras alheias não confundam as nossas verdades, mesmo que as mentiras e as verdades sejam impermanentes.
Que friagem nenhuma seja capaz de encabular o nosso calor mais bonito.
Que, mesmo quando estivermos doendo, não percamos de vista nem de sonho a ideia da alegria.
Tomara que apesar dos apesares todos, a gente continue tendo valentia suficiente para não abrir mão de se sentir feliz.
As coisas vão dar certo.
Vai ter amor, vai ter fé, vai ter paz – se não tiver, a gente inventa.
Te quero ver feliz, te quero ver sem melancolia nenhuma.
Certo, muitas ilusões dançaram.
Mas eu me recuso a descrer absolutamente de tudo, eu faço força para manter algumas esperanças acesas, como velas.
Que 2011 seja doce. Repito sete vezes para dar sorte: que seja doce que seja doce que seja doce e assim por diante.
Que seja bom o que vier, pra você."
Caio Fernando Abreu

9 comentários:

  1. Que bom termos pessoas otimistas nesse mundo, Grassi.

    ResponderExcluir
  2. Oh Grassi! Que coisa mais linda este teu post!

    A.D.O.R.E.I.!

    "As coisas vão dar certo.
    Vai ter amor, vai ter fé, vai ter paz – se não tiver, a gente inventa."

    É isso aí: AS COISAS VÃO DAR CERTO!!!

    ResponderExcluir
  3. Que delícia ler isso... contagia de otimismo e esperança. BEIJO!!!!!

    ResponderExcluir
  4. E eu desejo mais:


    Eu te desejo
    Não parar tão cedo
    Pois toda idade tem
    Prazer e medo...
    E com os que erram
    Feio e bastante
    Que você consiga
    Ser tolerante...
    Quando você ficar triste
    Que seja por um dia
    E não o ano inteiro
    E que você descubra
    Que rir é bom
    Mas que rir de tudo
    É desespero...
    Desejo!
    Que você tenha a quem amar
    E quando estiver bem cansado
    Ainda, exista amor
    Prá recomeçar
    Prá recomeçar...
    Eu te desejo muitos amigos
    Mas que em um
    Você possa confiar
    E que tenha até
    Inimigos
    Prá você não deixar
    De duvidar...
    Quando você ficar triste
    Que seja por um dia
    E não o ano inteiro
    E que você descubra
    Que rir é bom
    Mas que rir de tudo
    É desespero...
    Desejo!
    Que você tenha a quem amar
    E quando estiver bem cansado
    Ainda, exista amor
    Prá recomeçar
    Prá recomeçar...
    Eu desejo!
    Que você ganhe dinheiro
    Pois é preciso
    Viver também
    E que você diga a ele
    Pelo menos uma vez
    Quem é mesmo
    O dono de quem...
    Desejo!
    Que você tenha a quem amar
    E quando estiver bem cansado
    Ainda, exista amor
    Prá recomeçar...
    Eu desejo!
    Que você tenha a quem amar
    E quando estiver bem cansado
    Ainda, exista amor
    Prá recomeçar
    Prá recomeçar
    Prá recomeçar...

    Frejat

    ResponderExcluir
  5. Eu desejo que desejes ser feliz de um modo possível e rápido,
    desejo que desejes uma via expressa rumo a realizações não utópicas,
    mas viáveis, que desejes coisas simples como um suco gelado
    depois de correr ou um abraço ao chegar em casa,
    desejo que desejes com discernimento e com alvos bem mirados.

    Mas desejo também que desejes com audácia,
    que desejes uns sonhos descabidos
    e que ao sabê-los impossíveis não os leve em grande consideração,
    mas os mantenha acesos, livres de frustração,
    desejes com fantasia e atrevimento,
    estando alerta para as casualidades e os milagres,
    para o imponderável da vida, onde os desejos secretos são atendidos.

    Desejo que desejes trabalhar melhor, que desejes amar com menos amarras,
    que desejes parar de fumar, que desejes viajar para bem longe
    e desejes voltar para teu canto, desejo que desejes crescer
    e que desejes o choro e o silêncio, através deles somos puxados pra dentro,
    eu desejo que desejes ter a coragem de se enxergar mais nitidamente.

    Mas desejo também que desejes uma alegria incontida,
    que desejes mais amigos, e nem precisam ser melhores amigos,
    basta que sejam bons parceiros de esporte e de mesas de bar,
    que desejes o bar tanto quanto a igreja,
    mas que o desejo pelo encontro seja sincero,
    que desejes escutar as histórias dos outros,
    que desejes acreditar nelas e desacreditar também,
    faz parte este ir-e-vir de certezas e incertezas,
    que desejes não ter tantos desejos concretos,
    que o desejo maior seja a convivência pacífica
    com outros que desejam outras coisas.

    Desejo que desejes alguma mudança,
    uma mudança que seja necessária e que ela não te pese na alma,
    mudanças são temidas, mas não há outro combustível para essa travessia.
    Desejo que desejes um ano inteiro de muitos meses bem fechados,
    que nada fique por fazer, e desejo, principalmente,
    que desejes desejar, que te permitas desejar,
    pois o desejo é vigoroso e gratuito, o desejo é inocente,
    não reprima teus pedidos ocultos, desejo que desejes vitórias,
    romances, diagnósticos favoráveis, mais dinheiro e sentimentos vários,
    mas desejo, antes de tudo, que desejes, simplesmente.

    Martha Medeiros

    ResponderExcluir
  6. Bacana né?

    Vocês lembram há um tempo atrás... Quando estava meio que na moda o tal de filme "segredo"? Que eu nunca consegui ver... Mas a moral dele era: pensar positivo... Que as coisas acontecem!

    Acredita! O "não" nós já temos... Vamos em busca do sim ;-) SEMPRE!

    Ah, "vezenquando" acredito até em Papai Noel. E daí? Me faz bem... "Ah, me deixa!"

    ;-)

    ResponderExcluir
  7. Eu também desejo:

    "Desejo primeiro que você ame,
    E que amando, também seja amado.
    E que se não for, seja breve em esquecer.
    E que esquecendo, não guarde mágoa.
    Desejo, pois, que não seja assim,
    Mas se for, saiba ser sem desesperar.

    Desejo também que tenha amigos,
    Que mesmo maus e inconseqüentes,
    Sejam corajosos e fiéis,
    E que pelo menos num deles
    Você possa confiar sem duvidar.
    E porque a vida é assim,
    Desejo ainda que você tenha inimigos.
    Nem muitos, nem poucos,
    Mas na medida exata para que, algumas vezes,
    Você se interpele a respeito
    De suas próprias certezas.
    E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
    Para que você não se sinta demasiado seguro.

    Desejo depois que você seja útil,
    Mas não insubstituível.
    E que nos maus momentos,
    Quando não restar mais nada,
    Essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.

    Desejo ainda que você seja tolerante,
    Não com os que erram pouco, porque isso é fácil,
    Mas com os que erram muito e irremediavelmente,
    E que fazendo bom uso dessa tolerância,
    Você sirva de exemplo aos outros.

    Desejo que você, sendo jovem,
    Não amadureça depressa demais,
    E que sendo maduro, não insista em rejuvenescer
    E que sendo velho, não se dedique ao desespero.
    Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e
    É preciso deixar que eles escorram por entre nós.

    Desejo por sinal que você seja triste,
    Não o ano todo, mas apenas um dia.
    Mas que nesse dia descubra
    Que o riso diário é bom,
    O riso habitual é insosso e o riso constante é insano.

    Desejo que você descubra ,
    Com o máximo de urgência,
    Acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos,
    Injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.

    Desejo ainda que você afague um gato,
    Alimente um cuco e ouça o joão-de-barro
    Erguer triunfante o seu canto matinal
    Porque, assim, você se sentirá bem por nada.

    Desejo também que você plante uma semente,
    Por mais minúscula que seja,
    E acompanhe o seu crescimento,
    Para que você saiba de quantas
    Muitas vidas é feita uma árvore.

    Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,
    Porque é preciso ser prático.
    E que pelo menos uma vez por ano
    Coloque um pouco dele
    Na sua frente e diga "Isso é meu",
    Só para que fique bem claro quem é o dono de quem.

    Desejo também que nenhum de seus afetos morra,
    Por ele e por você,
    Mas que se morrer, você possa chorar
    Sem se lamentar e sofrer sem se culpar.

    Desejo por fim que você sendo homem,
    Tenha uma boa mulher,
    E que sendo mulher,
    Tenha um bom homem
    E que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes,
    E quando estiverem exaustos e sorridentes,
    Ainda haja amor para recomeçar.
    E se tudo isso acontecer,
    Não tenho mais nada a te desejar."

    [ Victor Hugo ]

    ResponderExcluir