Mesas

Mesa 1
Carla
Mesa 3
Marcus
Mesa 8
Cris
Mesa 10
Victor Hugo
Mesa 11
Amanda
Mesa 12
Juliana
Mesa 14
Karina

sábado, 30 de junho de 2012

No Regrets

Um adolescente australiano de 17 anos foi destaque no YouTube durante o mês passado. Shaun Wilson-Miller, após passar pelo seu segundo transplante de coração, recebeu a triste notícia de que não teria muitos dias de vida, já que sofria de rejeição crônica ao órgão transplantado. Ele então gravou um vídeo de despedida.

Em um dos trechos mais importantes, Shaun fala que não viverá por tanto tempo quanto pensava que iria, mas que adorou cada momento de sua vida e que não sente nenhum arrependimento. Ele deseja que todos vivam a vida ao máximo, pois nós nunca sabemos o que virá pela frente.

Shaun faleceu em maio e deixou uma quantidade imensurável de desconhecidos emocionados com sua partida.


sexta-feira, 29 de junho de 2012

.monomania.

Musiquinha legal para descontrair nossa sexta-feira:


Não conhecia a Clarice como cantora, achei esse vídeo sem querer e lembrei da figura dela do vídeo Laços (que ganhou um concurso de curtas do Google faz um tempinho).
Gostei porque a letra consegue passar um monte de coisa de uma forma simpática e realmente descontraída

Quem aqui nunca ficou quase maníaco por algum assunto? Seja um novo amor, seja uma casa, um carro, um filho.. quando surge uma novidade que nos conquista, nos apaixona... acabamos falando muito dela. Pra todo mundo.

Conta aí: existe algo hoje que seja sua 'Monomania'?

quarta-feira, 27 de junho de 2012

.além daqui II.

Hei, onde estão os jovens de ontem?
Nossos heróis...
Onde estão?
Quem eles são?
A quem recorrer?
Em quem confiar...

Hei, cadê você!?
Que diz não ter medo da escuridão...
Hei, cadê você!?
Que fala com Deus implorando Seu perdão.

Hei, cadê o Senhor?
Seus anjos da guarda...
Porque isso é permitido?
Onde iremos parar!
Quantos ainda morrerão...
Qual o limite...
O valor da vida...

Hei, cadê você!?
Que diz não ter medo da escuridão...
Hei, cadê você!?
Que fala com Deus implorando Seu perdão.

Nossos filhos...
Próximos heróis...
O futuro da nação...

(ALÉM DAQUI)
Julio Neto e Eu =)


(...)

Existe marcha para quase tudo: das vadias, das grávidas que querem dar a luz em casa, (parada) gay...


Quem participou ou ouviu falar da marcha para caçar o Senador Demostenes Torres, da marcha para punirem TODOS os que nós colocamos lá para receber Mensalão durante o governo LULA (que diga-se de passagem que, o Collor caiu por bem menos), da marcha do Cachoeira - o cara mais influente do planeta - marcha contra o aumento de teto salarial para eles mesmos, marcha contra o voto secreto... marcha contra o aumento da gasolina... marcha a favor de um atendimento hospitalar mais digno e qualificado... marcha para uma educação com mais qualidade para nossos filhos...

...eu também não participei e nem ouvi falar... preferi ficar sentado na frente da TV para assistir novela, onde os problemas “do mundo” terminam sempre com final feliz... onde o casal sempre se separa após uma traição (ninguém chega ao final com o mesmo cônjuge), onde adolescentes dançam funk com coreografias pra lá de sensuais, onde o bandido se dá bem em 95% da trama,  sendo punido, muitas vezes não, no último capitulo...

Que fase! Que tempo! Que exemplo! Que momento! Que mundo... que mundo é este?!

Aonde estão os nossos heróis, “os caras pintadas”...  aonde estão e o que fazem aqueles a quem confiamos o nosso voto? Aonde estamos nós, que assistimos a tudo isso em silêncio?

É muito absurdo para uma vida só...
É muito descaso para uma vida só...
É muita negligencia... para uma vida, só. 

(...)

será que é a falta da disciplina de Educação Moral e Cívica?

(...)

Fico pensando na família desses caras... deveria pensar na minha, né? E sair da frente da televisão e levantar uma bandeira e protestar... 

(...)

Isso me fez lembrar de uma letra que o Julio Neto fez e “me deu”... eu queria participar de um festival de música sobre o cooperativismo, então pedi... na letra ele diz que:

“Um pingo evapora no tempo
Um grão de areia é levado no vento
Um coração não satisfaz um sentimento

Junto somos chuva que enche o rio da esperança
Juntos somos a areia que faz a praia da vida
...........................................................”

A frase que remeta à terceira frase da estrofe anterior eu não lembro, mas o que ele quis dizer é que, não existe a possibilidade de se fazer alguma coisa, por mais simples que seja, só.

(...)

...sou um cara que não discute política, futebol e religião... não é por falta de embasamento, e sim porque não existe argumento que convença a esquerda, o gremista e o crente.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

. ... .


.
.
.
'.muitos desistem da felicidade ao se contentar com a esperança.'
.
.
.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

.um ano vezenquando+clube da esquila.

Tobias de Freitas Pinto e esposa no Clube da Esquila & La Comparsa Eletrica, no Dhomba...


Baita noite.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

.encerrando o ciclo.


Acredito que a vida é feita de ciclos... começo, meio e fim. É importante que saibamos que por melhor que seja, tudo um dia termina. Por várias vezes me peguei pensando na exposição involuntária que acabo fazendo das coisas que penso e sinto, aqui no vezenquandopub. 

370 dias de blógue, 59 quartas feiras... cinquenta e quatro mil e doze, treze, quatorze...acessos. Confesso que a mesa menos frequentada é a 3, sei disso pelas estatísticas do blogspot.com.br. Tenho certeza que se a minha mãe tivesse acesso a internet, os números seriam outros... teríamos cento e oito mil e vinte quatro, vinte seis, vinte oito... acessos.

Expor o que penso e sinto é uma necessidade. 

Existem aqueles que gostam de pintar, cantar, nadar, correr, malhar... Eu gosto de estar aqui, escrevendo, vezenquando... uma vez por semana, sendo quem sou, ou não. Sendo lido, ou não. Sendo querido, ou não. Sendo esperado, ou não. Não importa... A necessidade está em me livrar dessas bobagens pensadas e transcritas aqui. 

(...)

...ciclo... Como sabemos onde e quando termina um e quando outro começa?

(...)

Bah, acabei lembrando de um dos ciclos de vida: 

mitose > gametas > fecundação > zigoto > meiose > organismo adulto

Que lembrança! Que memória! Nas provas de biologia do professor Antonio Mendes no Instituto Metodista União do velho Oeste isso não acontecia... Era para ter acontecido, exclusivamente nesse tema: CICLOS DE VIDA. Estudei uma semana inteira para nada, não caiu na prova. Nunca mais esqueci.

(...)

Fim(?)

terça-feira, 19 de junho de 2012

.ganhador da promoção de aniversário.

O vezenquandista sorteado da promoção de 01 ano do blog foi: TOBIAS DE FREITAS PINTO

Tobias (mais acompanhante) irão assistir ao:

Clube da Esquila com Pirisca Grecco & La Comparsa Eletrica

Nesta edição o Clube recebe o grupo MAS BAH!



Ingressos a r$15,00.

*GRUPO MAS BAH! 

Formado por Gustavo Brodinho (contra-baixo e voz), Jackson Fabrício  (acordeão e voz), Fernanda Fernandes (voz), Jacson Jaques (violão e voz) e Rafael Martins (percussão), todos com experiência individual na música regional, o Mas Bah! nasceu quando eles foram chamados para tocar para um grupo de danças de um Centro de Tradições Gaúchas de Novo Hamburgo. Nos ensaios, os componentes e os dançarinos foram percebendo a afinidade vocal e a facilidade com que criavam os arranjos. Não demorou para que decidissem oficializar essa união com a criação do Mas Bah!, em julho de 2011. A escolha acertada de timbres de instrumentos tornaram a sonoridade da banda única, e suas harmonizações foram comparadas, pelo crítico musical Juarez Fonseca, ao grupo Almôndegas, formado na década de 70 por nomes como Kleiton e Kledir Ramil. Aliás, músicas da dupla também integram o repertório do grupo, qu e  em menos de meio ano de formação o grupo lançou seu primeiro CD e tem chamado atenção com seu repertório de bom gosto e vocais precisos. 
O PRIMEIRO CD: em seu primeiro CD, lançado em setembro, o Mas Bah! registra músicas feitas por seus integrantes para coreografias de entrada e saída do grupo de dança. Entre elas o trabalho de pesquisa que conta a história do primeiro carro que chega ao Rio Grande do Sul, em “Januário” e “Solitário Sonhador”. Outro destaque é a regravação de “Com a Espanha no Coração”, de Vaine Darde e João Chagas Leite, onde fica evidente a qualidade vocal do grupo . “Não foram feitos laboratórios ou experimentos timbrísticos a fim de escolher o melhor para o resultado final e, sim, cada instrumento ou voz gravada foi única e definitiva”, destaca um dos integrantes, Jacson Jaques, sobre este primeiro trabalho. Nos shows, acrescentaram músicas como Vira Virou, Galopada e Haragana.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

.pra você, um universo.

Todas as bobagens que eu já disse
Dariam pra encher um caminhão

Por isso meu amor
Não leve tão a sério
Nem o que eu digo nem o que eu deixo de esconder
Todas as pessoas que eu conheço
Cabem bem juntinhas na palma da mão
Pra você guardei um universo
Quando falta espaço, eu faço um verso e durmo na canção
Por isso meu amor
Não pense que é brinquedo
Eu tenho medo
E morro de paixão

(Romance, Nei Lisboa)






sábado, 16 de junho de 2012

Baladjénha!

Para comemorar o primeiro aniver do vezenquando, o Marcus descolou um ingresso com direito a acompanhante para Clube da Esquila com Pirisca Grecco e La Comparsa Elétrica, que ocorre no Dhomba dia 19/06. Estarão participando do sorteio tanto os amigos que já curtiram quanto os novos que curtirem a nossa Fan Page!

Quem vai? o/


Importante: O sorteio será realizado no dia 17/06, pelo Random.

sexta-feira, 15 de junho de 2012

.motivo para investir.

Pra quem não tem muita grana, vezenquando fica difícil realizar grandes sonhos... mas com um pouquinho de organização todo mundo pode chegar lá. 

Segue abaixo mais uma jogadinha do Itaú pra motivar a galera a investir.
Comigo funcionou ;-)


Um dia ainda faço a mesma surpresa pra minha pitoca! 

quinta-feira, 14 de junho de 2012

.Parabéns, VezenquandoPub.

.
.
.


[...] Mas daí surgem algumas pessoas que, através de um simples blog, criam vínculos absurdamente sólidos. Pessoas que você nem conhece pessoalmente, mas que são capazes te entender plenamente. Pessoas que estão distantes mas enxergam nossas lágrimas e percebem o momento de nos consolar. Pessoas que nos fazem sorrir mesmo em momentos difíceis e que nos deixam preocupados no caso de eventuais desaparecimentos. São pessoas que talvez nunca tenham a dimensão dos efeitos que causam em nossas vidas, mas que são realmente importantes.

Um brinde às amizades virtuais!
.
.
.

quarta-feira, 13 de junho de 2012

.datas.


Datar vontades e sentimentos...
Por que que esperar o Natal para comer o Peru?
Por que esperar o dia dos namorados para dar presentes e/ou fazer uma surpresa romântica?
Por que esperar o Natal, outra vez, para dar presentes?
Por que esperar a virada do ano para estourar o espumante?

Quem vive a vida por datas, não sente a vida passar em momentos. 

Essas datas estão aí para o comercio, que na verdade não está nem aí para o amor que você garante sentir por quem está sendo presenteado. É tudo uma grande engrenagem...

Será que é preciso, nestas datas, mandar flores, presentear com um anel de brilhantes, ovos de chocolate?
NÂO! Pode-se fazer isso em dias distintos.

(...)

Dar “um bom dia”, um beijo e um abraço antes de levantar... nada disso tem valor porque não foi visto, ouvido e sentido por quem está de fora. Não emocionou e não despertou inveja a alguém, além do presenteado.

Se não passou na TV como lançamento de uma marca franqueada de perfumes, não vale. Não é presente e se não tem presente, não sente amor.

“Mas Chê! Vai te sossegá!” O amor que se sente não está escrito em embalagens de presente, nem nos rótulos dos produtos, o amor que se sente deve ser sentido a todo momento. Só não deve ser dito a todo o momento por que se torna chato e forçado demais ha-ha-ha

(...)

Sabe que dia é hoje?


(...)


Cotidiano
Chico Buarque

Todo dia ela faz tudo sempre igual
Me sacode às seis horas da manhã
Me sorri um sorriso pontual
E me beija com a boca de hortelã

Todo dia ela diz que é pra eu me cuidar
E essas coisas que diz toda mulher
Diz que está me esperando pro jantar
E me beija com a boca de café

Todo dia eu só penso em poder parar
Meio dia eu só penso em dizer não
Depois penso na vida pra levar
E me calo com a boca de feijão

Seis da tarde como era de se esperar
Ela pega e me espera no portão
Diz que está muito louca pra beijar
E me beija com a boca de paixão

Toda noite ela diz pra eu não me afastar
Meia-noite ela jura eterno amor
E me aperta pra eu quase sufocar
E me morde com a boca de pavor

Todo dia ela faz tudo sempre igual
Me sacode às seis horas da manhã
Me sorri um sorriso pontual
E me beija com a boca de hortelã



(...)

Já sabe da promoção de aniversário do VZQPub? clicae e saiba como participar = )

http://vezenquandopub.blogspot.com.br/2012/06/aniversario-vezenquandopub.html

segunda-feira, 11 de junho de 2012

.mais importante que o presente é, sem dúvida, o que une duas pessoas.

Às vésperas do Dia dos Namorados, a mídia só podia girar em torno disso. Na Zero Hora de ontem (nosso jornal aqui do sul), o tema das reportagens no Caderno Donna não fugia à regra: a romântica data. Já que a semana é de clima de romance, hoje resolvi falar sobre isso aqui na mesa 1.

No Caderno Donna online, eles disponibilizaram algumas dicas de presentes baseados em estilos para ajudar as pessoas a não errarem na escolha. Ui! Se alguém fosse me dar um presente usando essa lista, erraria feio na escolha. Em qualquer um dos estilos que eu tentei me enquadrar, a sugestão de presente passa longe daquilo que eu realmente gosto e gostaria de ganhar nessa data.

Na categoria 'clássico' (namorada clássica, segundo eles, é aquela que gosta do que é bom e bonito, independente de ser moda ou não), uma dica de presente seria um dos perfumes mais famosos do mundo: o Channel nº 5, que foi lançado na década de 20 e ainda é um dos preferidos das mulheres.

Tirando o fato de eu ser alérgica à perfume e só existir uma fragrância (fórmula) no mundo (até onde eu conheço) que meu organismo tolera, eu acho tão complicado presentear alguém com perfume. Mas tudo bem, eu devo ser a exceção da regra, já que perfume é o presente preferido no dia dos namorados, já que o Brasil se tornou o maior mercado de perfumes no mundo e já que um frasco de Chanel Nº 5 é vendido a cada 30 segundos ao redor do mundo.

Segundo o Caderno Donna, um namorado atento, uma namorada sensível, podem transformar um perfume em um presente-desejo. É fascinante pensar que cada pele transforma uma gota de perfume em uma experiência irrepetível. Segue algumas dicas relacionadas à perfume, por Sandra Simon.

Comprar um extrait de parfum caríssimo ou uma eau mais acessível? Trata-se de escolher a concentração da essência. Então é importante saber que extrait de parfum  significa uma concentração da essência que pode variar de 15% a 40%, eau de parfum tem concentração em torno de 10% a 20%, eau de toilette vai de 5% a 10% de essência e, finalmente, eau é uma água perfumada, leve, com essência em torno de 5%.

E há até Oscar para fragrâncias... acredita? Há 40 anos, The Fragrance Foundation premia os melhores perfumes do mundo com o FiFi Awards, o Oscar das Fragrâncias. A primeira edição em 1972, premiou Channel Nº 10.


Hoje, a entrega do prêmio é uma grande festa, transmitida ao vivo de Nova York para vários países. A lista dos vencedores de 2011 pode ajudar na escolha do presente.

E para finalizar, muito mais importante que o presente é, sem dúvida, o que une duas pessoas. ;)


.qualquer maneira de amar varia
e Léo e Bia souberam amar.
[...]
.como castelos nascem dos sonhos
pra no real, achar seu lugar.




sábado, 9 de junho de 2012

My Valentine

O Só de mim conta a história de alguém que já teve tudo, e que só percebeu isso depois de perder.
Uma história improvável para um dia feliz, tendo a deslumbrante Lisboa como pano de fundo.




Só de mim from Diffuse on Vimeo.

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Hoje vai ter uma festaaaa...



ATENÇÃO VEZENQUANDISTAS


O nosso blógue está completando 1 ano de boemia virtual e para comemorar, vamos sortear um ingresso com direito a acompanhante para Clube da Esquila com Pirisca Grecco e La Comparsa Elétrica, que ocorre no Dhomba dia 19/06. Estarão participando do sorteio tanto os amigos que já  curtiram quanto os novos que curtirem a nossa Fan Page!
Quer participar? Curte lá! Comenta aqui! =)
Importante: O sorteio será realizado no dia 17/06, pelo Random.



Clube da Esquila com Pirisca Grecco & La Comparsa Eletrica

Dhomba e Cerveja Província apresentam mais uma edição do Clube da Esquila, com Pirisca Grecco & La Comparsa Eletrica recebendo artistas dos mais variados estilos. Nesta edição, o Clube recebe o grupo MAS BAH!







quarta-feira, 6 de junho de 2012

.enquanto eu durmo.


...hoje em dia todo o final de mês parece ser final de ano. Trabalha-se mais, “vive-se” menos. A relação entre trabalho e família é muito estreita. Se fizermos as contas, passamos mais tempo nos relacionando com colegas de trabalho do que com os nossos familiares. A diferença está no sentimento, no carinho para com os nossos colegas versus o amor incondicional para com a nossa família.

(...)

Hoje é dia de se trabalhar para cumprir prazos... DACON, DCTF... SPED CONTABIL, FCONT, DIPJ que vencem no final do mês de junho, assim como outras obrigações acessórias que venceram no mês anterior e outras que vencerão no próximo. Meus colegas de trabalho sabem, me entendem, sentem carinho por mim, quase sempre dividimos da mesma dor, compartilhamos nosso conhecimento. =)
Hoje também é dia da Twitcam “VÁRIAS VARIÁVEIS” que o mestre Humberto Gessinger fará às 22hs para “os de fé”, como tem feito nos últimos tempos, a cada mês ele toca ao vivo, na integra, um de seus discos. Minha família sabe... me conhece, me ama e sabe que eu sou fã do cara e que estarei lá, curtindo cada acorde. Sempre dividimos a mesma dor, muitas alegrias e compartilhamos do mesmo amor.

(...)

Ontem à noite compartilhei no FB o show que meu irmão Cesar Santos fará no Bar Porto Alegre, em Uruguaiana, sexta feira – 08/06/2012. Acabei participando do show durante a noite, enquanto dormia. A nossa grande questão era, decidir qual tema da Legião iríamos tocar. 
Eu queria tocar Daniel na Cova dos Leões e ele queria tocar outra que agora não lembro, só sei que era uma música muito difícil pra mim. A verdade é o que ele sempre faz isso, para Cesar só é fácil quando complica. Putz, mas até em sonho?!

(...)

 Quando decidimos (Luciana e eu) vir para Porto Alegre sabíamos da correria que seria nossas vidas, mas final de ano todo o final de mês e sem Papai Noel não dá!


(...)

Lembrei!!!! SERENÍSSIMA!!!!!... esse era o tema. Fácil, né? Pois é, no sonho era difícil, como são os sonhos geralmente... tente correr o mais depressa possível durante o sonho, ou então tente levantar uma caneta, ou então quem sabe falar, cantar... gritar. Não dá, a velocidade é lenta, a força não vem e o som não sai. O que é fácil é difícil.

(...)

Bueno, vou nessa que preciso acordar.

segunda-feira, 4 de junho de 2012

.eu sei, mas não devia.



O texto abaixo é do livro "Eu sei, mas não devia", escrito por Marina Colasanti, publicado pela Editora Rocco, em 1996.


Marina Colasanti nasceu em Asmara, Etiópia, morou 11 anos na Itália e depois veio para o Brasil. Publicou vários livros de contos, crônicas, poemas e histórias infantis. Recebeu o Prêmio Jabuti com Eu sei, mas não devia e também por Rota de Colisão.






Eu sei que a gente se acostuma. Mas não devia.

A gente se acostuma a morar em apartamentos de fundos e a não ter outra vista que não as janelas ao redor. E, porque não tem vista, logo se acostuma a não olhar para fora. E, porque não olha para fora, logo se acostuma a não abrir de todo as cortinas. E, porque não abre as cortinas, logo se acostuma a acender mais cedo a luz. E, à medida que se acostuma, esquece o sol, esquece o ar, esquece a amplidão.

A gente se acostuma a acordar de manhã sobressaltado porque está na hora. A tomar o café correndo porque está atrasado. A ler o jornal no ônibus, porque não pode perder o tempo da viagem. A comer sanduíche, porque não dá para almoçar. A sair do trabalho, porque já é noite. A cochilar no ônibus, porque está cansado. A deitar cedo e dormir pesado sem ter vivido o dia.

A gente se acostuma a abrir o jornal e a ler sobre a guerra. E, aceitando a guerra, aceita os mortos e que haja números para os mortos. E, aceitando os números, aceita não acreditar nas negociações de paz. E, não acreditando nas negociações de paz, aceita ler todo dia da guerra, dos números, da longa duração.

A gente se acostuma a esperar o dia inteiro e ouvir no telefone: hoje não posso ir. A sorrir para as pessoas sem receber um sorriso de volta. A ser ignorado quando precisava tanto ser visto.

A gente se acostuma a pagar por tudo o que deseja e o de que necessita. E a lutar para ganhar o dinheiro com que pagar. E a ganhar menos do que precisa. E a fazer fila para pagar. E a pagar mais do que as coisas valem. E a saber que cada vez pagar mais. E a procurar mais trabalho, para ganhar mais dinheiro, para ter com que pagar nas filas em que se cobra.

A gente se acostuma a andar na rua e ver cartazes. A abrir as revistas e ver anúncios. A ligar a televisão e assistir a comerciais. A ir ao cinema e engolir publicidade. A ser instigado, conduzido, desnorteado, lançado na infindável catarata dos produtos.

A gente se acostuma à poluição. Às salas fechadas de ar condicionado e cheiro de cigarro. À luz artificial de ligeiro tremor. Ao choque que os olhos levam na luz natural. Às bactérias da água potável. À contaminação da água do mar. À lenta morte dos rios. Se acostuma a não ouvir passarinho, a não ter galo de madrugada, a temer a hidrofobia dos cães, a não colher fruta no pé, a não ter sequer uma planta.

A gente se acostuma a coisas demais, para não sofrer. Em doses pequenas, tentando não perceber, vai afastando uma dor aqui, um ressentimento ali, uma revolta acolá. Se o cinema está cheio, a gente senta na primeira fila e torce um pouco o pescoço. Se a praia está contaminada, a gente molha só os pés e sua no resto do corpo. Se o trabalho está duro, a gente se consola pensando no fim de semana. E se no fim de semana não há muito o que fazer a gente vai dormir cedo e ainda fica satisfeito porque tem sempre sono atrasado.

A gente se acostuma para não se ralar na aspereza, para preservar a pele. Se acostuma para evitar feridas, sangramentos, para esquivar-se de faca e baioneta, para poupar o peito. A gente se acostuma para poupar a vida. Que aos poucos se gasta, e que, gasta de tanto acostumar, se perde de si mesma.



sábado, 2 de junho de 2012

."vamo que vamo".

Vou me aventurar na maratona de revezamento, irei correr 5km... barbadinha, né? vamos juntos então!


DICAS PARA O DIA DA PROVA

PRÉ-PROVA

SÁBADO: 
- procure descansar durante o dia;
- não fique mais que 4 horas sem comer; 
- procure aumentar a ingestão de carboidratos; 
- não coma nada diferente daquilo que você está acostumado – deixe para experimentar depois da prova! 
- Hidrate-se durante todo o dia, sempre com água e isotônico (água de coco é uma boa sugestão);  
- separe a roupa e tudo que você for utilizar durante a prova (relógio, chip, boné, óculos, etc.);
- durma cedo! O descanso é fundamental para os resultados. 
DOMINGO:
- café da manhã: não coma nada diferente daquilo a que você está acostumado antes de treinar;
- procure chegar ao local da prova com pelo menos 1 hora de antecedência;
- antes da largada, faça um aquecimento com uma caminhada ou trote leve, de aproximadamente 5 a 10 minutos; 
- após o aquecimento, faça um breve alongamento (10 a 15 minutos);
- vá para a largada com cerca de 10 minutos de antecedência.

A PROVA

Saia devagar no início da prova, não se empolgue com os corredores e não comece com um ritmo mais forte daquele estabelecido de acordo com seus treinos.
No primeiro KM, não se preocupe se perder 20 ou 30 segundos: use este tempo como um aquecimento, que vai servir para você entrar no ritmo da prova com mais tranqüilidade.

Encaixe seu ritmo de prova entre 1500 e 2500 metros de prova e o mantenha constante. Caso esteja bem, acelere gradativamente até a chegada a partir do KM 7.

HIDRATE-SE! Preste atenção aos postos de água: não precisa ingerir o copo inteiro, mas um ou dois goles são importantes em todos os postos. 


PÓS-PROVA

Após terminar a prova, continue caminhando enquanto estiver ofegante, até diminuir sua frequência cardíaca para cerca de 110 bpm.

Aproveite e se hidrate: tome água e isotônico.

Não fique muito tempo sem comer depois da prova e procure ingerir uma fruta logo após a prova.

Caso esteja frio e/ou molhado, troque a roupa por uma seca e, se necessário, agasalhe-se.
Alongue após a prova, relaxe!

BOA PROVA!

sexta-feira, 1 de junho de 2012

.na camufla.


.
Estava navegando por aí e vi uma ideia que achei interessante mas que na hora também pensei ser um pouco polêmica.

Com a multiplicação das formas de nos conectarmos na internet e o avanço tecnológico dos prestadores de serviço, é cada vez mais comum as empresas disponibilizarem roteadores wireless para seus clientes.
Pra gente usufruir de um sinal legal é importante escolher com atenção o ponto onde esse roteador vai ficar. De preferência em um ponto centralizado do imóvel.. talvez na estante da sala, ou na escrivaninha, etc.
O problema é que nem sempre esse utensílio fica legal no ambiente.. as vezes não combina com a decoração.

Então a ideia que vi propõe um sacrifício em nome da decoração. Ou seja, escolher um livro com uma capa legal, que tenha medidas semelhantes.. retirar o miolo e usar a capa sobre o roteador!
Mais ou menos como as imagens abaixo:


 

Assim o roteador ficaria camuflado no ambiente e não comprometeria a 'estética' do local.

Na hora eu pensei: "Humm eu acho que até faria, mas duvido o pessoal do VZQ topar".

E aí? Vale o sacrifício de uma obra literária?
.