Mesas

Mesa 1
Carla
Mesa 3
Marcus
Mesa 8
Cris
Mesa 10
Victor Hugo
Mesa 11
Amanda
Mesa 12
Juliana
Mesa 14
Karina

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

.experimental.





                                                                   



                                                                        Feio & o Cara 















.a eternidade.





"Uma vez, Alice perguntou ao Coelho Branco: 
quanto tempo é pra sempre? 
E ele respondeu: 
às vezes, apenas um segundo."

sábado, 22 de setembro de 2012

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Feliz Dia Mundial dos Gaúchos!

Hoje cedo vi um post de um amigo no Facebook, que copio aqui, para você pensar, analisar, criticar, me crucificar, whatever:

Que orgulho de ser gaúcho!
Que orgulho de exaltar uma cultura que confunde ter honra com ser machista e preconceituoso, que promove rodeios e festeja até hoje uma revolta elitista que não deu certo! Olhando de fora é mais ridículo ainda.
Parabéns pra NÓS, gaúchos. (Zozi)



quarta-feira, 19 de setembro de 2012

.não sou gaúcho, sou porto-alegrense.

Semana passada postei .prenúncio da despedida. acabei lembrando da música Prenúncio que fiz, em 1997, em parceria com Julio Neto, meu cumpadi... foi a minha primeira, única e última tentativa de fazer uma letra para um tema nativista... mandei um rascunho pro Julio... não lembro o era... ele colocou sentido nas frases e compôs a música. Nem sei se existe o registro de áudio disso.

(...)

Sendo hoje véspera de vinte de setembro, fica aqui o registro da tentativa de um porto-alegrense se tornar gaúcho:


Juntinho ao fogão a lenha
Eu tomo o meu chimarrão
Aqueço água na chaleira
Enquanto vem a inspiração
Olhando o cair da noite
“Me brota” uma canção

Lua que ilumina a noite campo a fora
Depois do amanhecer não vá embora
Estrela amiga que me indica a direção
Te trago comigo no peito e o amor no coração

Devagarzinho ela Floresce
Com carinho tenho que regar
É a mais linda das flores que eu vejo desabrochar
Me trará felicidade...
Quando eu cantar

Lua que ilumina a noite campo a fora
Depois do amanhecer não vá embora
Estrela amiga que me indica a direção
Te trago comigo no peito e o amor no coração

(...)

Francamente...

.pois então.



"Então trabalhamos para um dia sermos felizes, malhamos para um dia ficarmos gostosas, estudamos para algum dia termos uma profissão, recolhemos tributos para algum dia nos aposentarmos. No meio de tantos afazeres em busca da felicidade, nos esquecemos do essencial – o hoje, era o amanhã de ontem. Algum dia a gente fez planos para que hoje estivéssemos felizes, mas nem nos demos conta que o futuro chegou já que estamos ocupados demais pensando no futuro de amanhã." 

Gostou? Saiu daqui!

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

.prenúncio da despedida.


A vida, mais uma vez deixou bem claro... só faltou gritar: “EU SOU FRÁGIL!!!”

(...)

...Semana passada não nos vimos aqui no VZQPub, estava e ainda estou chocado e triste com a perda de uma amiga de adolescência. A última vez que nos vimos pessoalmente foi no casamento da minha irmã, em 2009. Conversamos rapidamente em agosto passado, uma semana antes do ocorrido, eu a felicitava por seu aniversário.

Não importa o tempo, não importa a distância quando você, realmente, nutre algum tipo de sentimento por alguém... 

(...)

Pensei seriamente em parar de beber aqui no VZQPub... não conseguia, nem queria pensar em mais nada a não ser na fragilidade da vida... saber que, quando menos se espera, mesmo que existam planos, posso não estar mais aqui editando meus textos, liberando, ou não, os comentários dos anônimos, tirando sarro e/ou ironizando os comentários dos comentários dos comentários dos comentários... entre outros afazeres de um cara simples e com uma vida normal, não me apetece.

(...)

Pensei em dar um tempo... fiquei vinte dias sem vir aqui, sem entrar no blógue, sem beber minhas bobagens, minhas viagens e sem comentar os comentários dos comentários dos comentários. Acabei voltando, pois percebi que dando um tempo e/ou não mais beber neste bar virtual, eu poderia ficar à mercê do destino e assim, dar liberdade para ele, que por ironia, quem sabe, me pregar uma peça... não sobrando mais o tempo que necessito para as minhas reflexões chulas e meus lúcidos devaneios.

(...)

Aprendi nesses dias que o importante é fortalecer os laços.

(...)

= )

sábado, 8 de setembro de 2012

ESCUTA - O Som do Compositor


Oi, gente! Hoje trago um convite beeem bacana pra quem está em Porto Alegre! Já falei da minha conterrânea Clarissa Mombelli outras vezes e agora apresento mais um projeto em que essa cantora super talentosa está envolvida.
Escuta – O Som do Compositor começa com um encontro de compositores situados em Porto Alegre que dividirão o palco pra mostrar ao público as suas canções. Sem necessariamente buscar uma unidade estética ou ideológica entre os participantes, o que se quer no Escuta é achar os inevitáveis pontos de contato entre uma geração, estabelecer diálogos e descortinar a cena musical da cidade a partir da individualidade de cada compositor. Pra isso, trará as canções nas suas formas mais simples: cruas, sem arranjos, com foco nas harmonias, melodias e letras.
O primeiro evento acontece nos dias 15 e 16 de setembro, na Galeria La Photo, e conta com doze compositores que naturalmente foram se aproximando e desenvolveram esta ideia. Mas o Escuta não é só duas noites em setembro e não quer se resumir a esses doze compositores. O que se pretende é que, a partir dessa primeira experiência, outras confluências aconteçam, e que a esse grupo ainda venham se juntar outros compositores.



O quê: ESCUTA - O Som do Compositor
Quando: 15 e 16 de setembro, a partir das 19h.
Quem:
Primeira noite - Alércio, Alexandre Kumpinski, Clarissa Mombelli, Ed Lannes, Ian Ramil e Leo Aprato
Segunda noite - Gisele De Santi, João Ortácio, Rodrigo Panassolo, Romes Pinheiro, Saulo Fietz e Thiago Ramil
Onde: LA PhOTO Galeria e Espaço Cultural- Travessa da Paz, 44, bairro Farroupilha, Brique da Redenção galarialaphoto@gmail.com
Quanto:
R$10 por dia antecipado       
R$18 pros dois dias antecipado
Ponto de venda: Café Cantante 
R$15 na hora 

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

INTOCÁVEIS

Tá aí um filme que os bipolares vão amar! haha. Sabe aquele filme que você chora e ri na mesma intensidade? Esse é Intocáveis, minha dica mais recente para troca de figurinhas. Esse filme francês me levou às lágrimas e gargalhadas e impressionou demais com seu roteiro emocionante, delicado e sensível. Um retrato maravilhoso sobre relações humanas que conta a história do tetraplégico Philippe, vivido por François Cluzet e seu assistente Driss, personagem de Omar Sy. Gostei muito também por saber que é baseado numa história verídica. #temquever

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

.cinquenta tons mais escuros.

Genteeee!

Cá estou eu de novo falando dos 50 tons... Nesse último mês, li algumas críticas bem pesadas sobre esse fenômeno editorial. Agora que terminei de ler o primeiro livro, já posso expor minha opinião.

Adorei! Gostei mesmo! Para aqueles que acham que não tem enredo, eu acho que o livro vai muito além do simples apelo sexual. Há muito o que analisar e refletir. Não é à toa que as pessoas são como são.

Se ignorarmos os elementos de fantasia (sexual), fica muito claro que o que rege “Cinquenta Tons” é a história de um amor incondicional. Em tempos de “a fila anda”, em que iniciar um relacionamento requer um enorme esforço, mas terminá-lo precisa de muito, muito pouco, quer abstração mais apelativa do que o romance devotado de  Christian/Anastasia? [...] Na ótima definição de uma romancista ao site eonline.com, em reportagem sobre “Cinquenta Tons”: “É a clássica história de um grande amor – o homem poderoso que descobre essa mulher aparentemente comum, e se apaixona por ela e a faz sentir especial.”.

Seja lá qual for a explicação, o fato é que a trilogia é sucesso absoluto, e está gerando uma rede de merchandising que não deve se esgotar tão cedo: já foram anunciados uma linha de roupa, de lingerie e de maquiagem, além de um álbum com 15 faixas de músicas clássicas que são citadas ao longo dos três livros. Isso sem contar o boom de vendas de produtos relacionados à história de Christian e Anastasia, de brinquedinhos de sex shop (a BBC reporta que alguns itens citados em “Cinquenta Tons” tiveram um aumento de procura de 200%) até cordas de lojas de ferragem (quem leu o livro vai entender). 
[ essa crítica saiu daqui ]
Para quem não quer ler o livro, mas quer saber do que se trata, é só esperar o lançamento do filme.


No dia 15 de setembro estará disponível no Brasil o segundo livro, Cinquenta Tons mais Escuros. Dá uma olhada na sinopse do livro:

Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua carreira, trabalhando numa editora de livros.

Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida.



Se ainda não sabe se vai gostar desse tipo de leitura e prefere ler um pedacinho do livro antes de comprar, há essa possibilidade clicando aqui. ;)

September




. Que setembro traga consigo mais sorrisos do que agosto. 
. Mais intensidade em seus dias, mais verdades, mais razões para levantar todas as manhãs e não querer sumir a noitinha. 
. Traga sonhos, planos e realizações. 
. Seja melhor, seja mais especial, seja inesquecível.

sábado, 1 de setembro de 2012

A menina que quer voar

Como me encho de alegria e orgulho de amigos assim!

No dia 04 de setembro, a partir das 19 horas acontecerá o lançamento do primeiro livro do ex colega da minha irmã escritor taperense Vinícius Linné. O evento faz parte da programação da 3ª Semana Municipal da Cultura e 22ª Feira do Livro. A obra, entitulada A MENINA QUE PODIA VOAR é recomendada para todas as idades, uma vez que fala sobre nossos sonhos e nossa capacidade de acreditar ou não neles. Estou mega super ansiosa pra ler o meu exemplar - se não tiver com dedicatória eu te mato! - que obrigarei  farei minha mãe buscar pra mim, já que infelizmente não estarei na roça.
Vinícius Linné, além de ser um querido, gentil, educado e gente diferenciada, é professor da Língua Portuguesa da rede municipal, mestrando em Estudos Literários pela UPF, e autor de poemas publicados no jornal Zero Hora e das crônicas virtuais "As Taperenses". Essa lindeza é seu primeiro livro e faz parte da coleção "Ciranda de Histórias" da editora Habilis, de Erechim.