Mesas

Mesa 1
Carla
Mesa 3
Marcus
Mesa 8
Cris
Mesa 10
Victor Hugo
Mesa 11
Amanda
Mesa 12
Juliana
Mesa 14
Karina

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

.mascara de ferro.

Periga você não acreditar em mim
Eu não nasci de óculos
Eu não era assim

(...)
 
Cara, quando pequeno achava o máximo as pessoas que usavam óculos... desde então sempre quis usar, até o dia que tive a necessidade.
Hoje eles estão na moda, vários aros, multicoloridos, design para todos os gostos. Fiquei sabendo de gente que faz o uso de óculos com lentes transparentes (sem graus) apenas para compor o look. Ora, faça-me o favor!
Mas como dizia a “veia”, aquela que comia ranho: Gosto é gosto.
 
(...)
 
Já tive alguns pares de óculos... a escolha do aro é a parte mais chata, mas serve como teste para saber se as atendentes de ópticas são sinceras ou legítimas vendedoras. Na opinião delas, eu tenho um rosto que se encaixa em qualquer tipo de aro... a única pessoa que pensa da mesma maneira chama-se Olga, minha mãe.

As mães nunca acham os filhos feios, por mais que sejam. As vendedoras nunca acham que uma roupa ou um acessório não ficou bem, no cliente... Isso é uma característica genética mutante que as mulheres possuem e que fica oculta até a maternidade e/ou até o dia de serem contratadas pelo comércio de vestuário e ópticas.
 
(...)
 
O que mais me incomoda nos óculos, além de todo o resto que o compõe, é o custo, os olhos da cara (ridículo este trocadilho).

Um belo dia resolvi mudar, fui atrás de lentes de contato... já não cabia mais a estratégia de tentar esconder uma paralisia facial atrás de uma mascara de ferro com lentes. Escolher uma lente de contato não deveria ser tão difícil quanto a escolha da armação. Já de cara resolvia um dos problemas, não julgar a atendente por parecer simpática demais.

Lentes compradas, sorriso no rosto. Havia feito algo que mudaria por completo a minha vida. Só não iria mais ter a desculpa pelos chutes na canela e a velha falta de habilidade na hora de dominar a bola... pensei seriamente em esconder o uso das lentes e revelar apenas depois de um lance majestoso, não sei mentir e sabia que não haveria tal lance.
 
(...)
 
Nas primeiras semanas acordava 2hs mais cedo, para não correr o risco de atrasar a minha filha para a escola... as primeiras semanas duraram três meses. Hoje, um ano e meio depois, nem uso o espelho.
 
(...)
 
Hoje, estou de óculos, as lentes estavam me causando um desconforto estranho... acho que meus olhos estavam precisam de um descanso.
 
(...)
 
Bueno, desce mais uma e encerra a conta... antes que o mundo acabe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário