Mesas

Mesa 1
Carla
Mesa 3
Marcus
Mesa 8
Cris
Mesa 10
Victor Hugo
Mesa 11
Amanda
Mesa 12
Juliana
Mesa 14
Karina

quarta-feira, 20 de maio de 2015

.sinta.

Entre tudo isso que sinto
Três sentimentos tomam conta de mim
Amor, amor e amor
 
(...)
 
Explicar sentimento não é uma das tarefas mais difíceis, desde que não seja o meu. Conseguir compreende-lo por inteiro é para poucos. Conheço quem afirme saber o que sente. E eu acredito. Mas viver este sentimento, deixar ele agir por dentro, de verdade... só para os fortes.
 
“A vida da gente anda tão corrida que já não se tem tempo para as tolices sentimentais. ” Escutei isso numa conversa entre duas mulheres que caminhavam á minha frente enquanto eu voltava para o hotel.
 
Tolices sentimentais. Sei lá, talvez eu tenha escutado errado, peguei o bonde andando... mas refleti sobre o tema durante a caminhada.
 
Como explicar a coragem sem conhecer o medo
Como explicar a felicidade sem conhecer a tristeza
Como explicar o prazer sem conhecer a dor
Como explicar a raiva sem sentir...
 
Precisamos permitir o sentimento: viver o luto, chorar a tristeza, gritar a raiva... viver o amor

 

(...)
 
Em algum lugar do tempo perdemos a fé?
Nas manhãs cinzas do outono porto alegrense?
¿En las calles cobiertas de hojas muertas?
Ou no medo de descobrir o que se sente?
 
(...)
 
Há braços!

2 comentários:

  1. Adorei, adorei, estou num momento da minha vida que me vejo embarcando em diversas experiências novas para sentir mais! Viajar, arriscar, provar comidas diferentes, ver, sentir.

    ResponderExcluir
  2. Falar de sentimentos realmente é fácil, difícil é aprender a senti-los e compreende-los no interior do nosso EU, pois nós mal sabemos da sua existência... Somente os "fortes" conseguem enfrenta-lo, aceita-lo, vive-lo e, então renascem para a vida e para o AMOR!

    ResponderExcluir